Welcome to my website

Este espaço é dedicado á divulgação de notícias, artigos e informação relacionada com o fenómeno OVNI. Desde Portugal para o resto do mundo.

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

NOVO DOCUMENTÁRIO DIVULGA: "OVNIS VIGIAM ARMAS NUCLEARES"












. Oficialmente, o governo dos E.U.A terminou a sua investigação dos OVNIS em 1969, divulgando ao público de que não havia nenhuma prova de que o fenómeno representa-se uma ameaça para a segurança nacional. Mas o que aconteceria se estas aeronaves desconhecidas mostrassem interesse nas nossas armas nucleares?
O autor e investigador Robert Hastings, passou mais de 40 anos localizando e entrevistando os oficias veteranos militares, e outros que trabalharam em diversas partes do programa de armas atómicas, ao todo mais de 150. Todos eles contaram a mesma história,  incluindo muitos dos que trabalham no local de testes no deserto do Nevada, nos E.U.A. Todos dizem que viram os intrusos sobre as instalações.
Nos dias mais negros da Guerra Fria, as armas atómicas explodiam de forma rotineira sobre o solo do Nevada, o lugar mais bombardeado com armas  nucleares no planeta. Em 1955, 14 bombas foram detonadas como parte da "Operation Teapot" na presença de milhares de soldados nas trincheiras, mas haviam outros observadores também. "Era o que se chamava de discos-voadores. Eles eram avistados com frequência no local dos testes naquela altura...", disse um ex-fotógrafo do local de provas. 
Pelo menos uma dezena de funcionários do antigo Polígono de ensaios, têm revelado histórias semelhantes acerca de aeronaves desconhecidas que apareciam durante horas ou dias após uma explosão atómica.


"De facto os OVNIS têm monitorizado rotineiramente as nossas armas nucleares desde á décadas, e ao que parece, também têm interferido no seu funcionamento", disse Hastings.

O I-Team possui arquivos através da FOIA (Freedom of Information Act) apresentada em 1992, que mostra um enorme lote de documentos do Departamento de Energia, assinalando incidentes OVNI sobre todas as principais instalações de armas atómicas que datam da década de 1940, sobre o Laboratório Nacional de Los Álamos, onde as bombas eram desenhadas; sobre Hanford, onde se produzia o plutónio. Mas, segundo o Departamento de Energia não possuía nenhum registo de qualquer avistamento oficial do que mais tarde viria a se tornar o local de testes do Nevada.

. No novo documentário, que reflete anos de investigação de Hastings, o filme mostra incidentes onde os OVNIS não só têm invadido o espaço aéreo das bases de mísseis nucleares, como também têm desativado os ICBMs (Mísseis balísticos Intercontinentais) pondo o exército em estado de alerta.
Num incidente dramático do filme, fotógrafos militares que usavam lentes telescópicas observaram um OVNI desactivar uma ogiva utilizada numa prova de mísseis disparada desde Vandenberg. 
Um ex-agente de segurança chamado Walter Levine, disse a Hastings: "Todos eram luminosos, tinham forma de disco, alguns tinham formas quadradas..."

O governo pôs fim ás provas de armas nucleares á décadas, mas os incidentes no Nevada continuam. Os ex-agentes de segurança da área 2 da base de Nellis da Força Aérea, tem reportado múltiplas intrusões de aeronaves desconhecidas desde os finais de 1990 até 2004.

Incidentes semelhantes têm sido reportados no Reino Unido, Índia, Paquistão e outras potências nucleares. Na década de 1990, o I-Team viajou até á Rússia em duas ocasiões e obteve documentos classificados sobre incidentes aterradores.

"Quem está por trás destes incidentes e porquê? Qual o seu motivo?" Disse Hastings na entrevista!


video





Sem comentários:

Enviar um comentário