Welcome to my website

Este espaço é dedicado á divulgação de notícias, artigos e informação relacionada com o fenómeno OVNI. Desde Portugal para o resto do mundo.

sábado, 25 de setembro de 2010

O CASO GUARAPIRANGA


. O caso seguinte trata-se de um caso de mutilação humana, que apresenta muitas semelhanças ás que têm sido verificadas no gado, ao longo de mais de 30 anos, e que já custaram a vida a mais de 12 mil cabeças de gado. Desde o início dos anos 70, que este fenómeno se tem registado nos E.U.A, estendendo-se ao Canadá, México e alguns países sul-americanos e europeus, tornando-se num enorme morticínio.

. Comecemos primeiro por analisar as evidências verificadas nos animais mutilados:


- Ausência de marcas de dentes nos ferimentos.
- Ablação dos órgãos genitais ou das tetas.
- Ablação de um ou dos dois olhos, de uma ou das duas orelhas, da língua ou da carne ou da pele da maxila inferior.
- Corpo esvaziado de sangue.
- Ferimentos provocados por instrumentos cortantes, do género do laser, com efeito cauterizante.
- Partes que, em geral os predadores muito apreciam intactas.
- Ablação do ânus.
- Desaparecimento de certos órgãos internos como o coração.
- Ossos partidos, como se o animal tivesse caído do alto.
- Cadáver encontrado num outro recinto, sem marcas que indiquem o modo como se processou a transferência...

. Aqui ficam algumas imagens como evidência:














. Tudo isto é confirmado por centenas de fotografias, já para não falar dos relatórios das autópsias. Foram apresentadas inúmeras queixas ao longo do tempo, mas o governo nunca conseguiu pôr cobro a essas mutilações.


. Mutilação suspeita no Lago Artificial.


. Lago artificial de Guarapiranga.

. No dia 29 de Setembro de 1988, o corpo de um homem com cerca de de 40 anos de idade, foi encontrado nu e horrivelmente mutilado nas proximidades do Lago artificial de Guarapiranga, perto de São Paulo, Brasil. O corpo da vítima foi identificado, mas a família pediu o anonimato e o caso só foi revelado em 1994.
O corpo apresentava as bochechas e os lábios cortados com precisão, a língua seccionada, os olhos e as orelhas incluindo a parte interna retirados. Não havia qualquer vestígio de sangue, e parecia que a operação tinha sido feita com um aparelho que cortava através do calor, do género do laser.Nos braços, nos ombros e nas pernas viam-se buracos circulares, cujo diâmetro variava entre os 3 e os 4,5cm. No lugar do umbigo via-se um buraco perfeito de 4,5cm, e o escroto havia sido cortado através de uma incisão elíptica de 3,5 por 1,5cm. Os testículos tinham sido extraídos com a mesma precisão cirúrgica. Quanto ao ânus, tinha sido perfurado numa elipse de 8,5 por 17,5cm. Constatou-se também que quase todos os órgãos internos, haviam sido extraídos através dos orifícios que haviam sido feitos.
No dossier onde constava o relatório da autópsia, também incluía o relatório da polícia, que especificava que parecia que a vítima não se tinha debatido e apesar de ter sido encontrada entre 48 a 72h depois da morte, o corpo não apresentava qualquer sinal de putrefacção ou de ataques de predadores, e não libertava qualquer odor. Pormenor surpreendente num clima quente como o do Brasil.












. As semelhanças dos ferimentos encontrados no cadáver e as dos animais mutilados, são muito semelhantes e saltam á vista. A mesma precisão cirúrgica, os mesmos órgãos cortados e extraídos, e o mesmo desprezo pelo cadáver deitado fora após a monstruosa operação, leva a crer que os suspeitos foram os mesmos.



. Tentando desvendar o mistério...

. As explicações oficiais dizem ter-se tratado de predadores ou seitas satânicas. Quanto aos investigadores particulares, propõem duas hipóteses. A primeira, é a de que essas mutilações podem ser obra do complexo militar-industrial que testa em grande escala, os efeitos de novos gases de combate. No entanto esse tipo de arma está oficialmente proibido desde os anos 70. Contudo, é surpreendente que, á mais de 30 anos para cá, nada se tenha filtrado sobre essas eventuais experiências secretas, e perguntamos-nos que interesse poderia ter o exército em correr tais riscos, quando lhe bastava testar os produtos em locais desertos.
A segunda hipótese é a de que essas mutilações poderão estar ligadas ao fenómeno Ovni, o que explicaria as luzes observadas anteriormente ás mutilações, a utilização de uma tecnologia avançada e o o facto de alguns animais parecerem ter sido lançados do céu, tudo isto sem barulho.
Terá o homem que foi encontrado no lago artificial sido vítima daquilo que, aos olhos de alguns, é a pior manifestação do fenómeno Ovni?



1 comentário:

  1. É muita pretensão achar que estamos sozinhos no Universo. A prova disso é o que estamos vendo acontecer aos nossos olhos. Eles estão estudando a raça humana e as outras espécies de seres vivos. Vai chegar um momento em que estarão prontos para uma possível invasão sem aviso prévio. Isso está mais que evidente!!!

    ResponderEliminar