Welcome to my website

Este espaço é dedicado á divulgação de notícias, artigos e informação relacionada com o fenómeno OVNI. Desde Portugal para o resto do mundo.

sábado, 27 de dezembro de 2014

ARQUIVOS SOVIÉTICOS SECRETOS CONFIRMAM A PRESENÇA DE OSNIS PRÓXIMOS A SUBMARINOS E NAVIOS MILITARES.


. A antiga União Soviética guardava segredos que iam muito além de mísseis ou de tecnologias de exploração espacial. Muitos arquivos da temida KGB tratavam de casos ufológicos estudados a fundo pelo governo, ainda secretos. Os que vazaram são impressionantes...

. Os arquivos secretos da actual Marinha Russa, antiga Marinha Soviética, contém muitas informações valiosas sobre avistamentos de discos voadores e objectos submarinos não identificados. Embora a maioria dos arquivos seja de acesso restrito, mesmo após a queda da União Soviética, ao longo de anos de pesquisa e com ajuda de colegas russos, ucranianos e de outros países agora independentes, consegui-se colectar algumas informações realmente interessantes. 
Passo a citar alguns casos:

. Vladimir Azhazha, um ex-oficial da Marinha Russa e ufólogo afirma que o material arquivado é de grande valor. Segundo declarações suas; " Cerca de 50% dos encontros com OVNIS estão relacionados com os oceanos e 15% com os lagos. Então os OVNIS preferem a água.
Numa ocasião, um submarino nuclear que estava em missão de combate no Pacífico, avistou mais de seis objectos desconhecidos submersos. Depois que a tripulação não conseguiu livrar-se dos seus perseguidores com vários tipos de manobras, o comandante ordenou que emergissem. Os objectos seguiram o exemplo do submarino, elevaram-se no ar e desapareceram no céu"


. O Almirante reformado Yury Beketov, comandante de submarinos, recorda que muitos eventos misteriosos ocorreram no Triângulo das Bermudas. Entre eles estão, avarias de instrumentos sem qualquer razão aparente, ou a detecção de forte interferência. O oficial da Marinha Russa alega que poderiam ter sido causadas deliberadamente por OSNIS.
" Em diversas ocasiões os instrumentos revelaram objectos movendo-se a incrível velocidade. Uma velocidade de 230 nós, cerca de 400 km/h. Acelarar desta forma , é um desafio mesmo na superfície. A resistência na água é muito superior. É como se os objectos desafiassem as leis da física. Existe apenas uma explicação: esses objectos são construídos com materiais muito superiores aos nossos, construídos por uma civilização alienígena de outros mundos, escondida em águas profundas dos nossos oceanos, suponho..."


. O veterano da Marinha Russa, Primeiro Capitão, Igor Barklay, afirma que: " os OVNIS ANFÍBIOS aparecem onde existem concentrações de frotas da OTAN. Próximo das Bahamas, Bermudas, Porto Rico. São frequentemente vistos na parte mais profunda do Oceano Atlântico, na parte sul do Triângulo das Bermudas e no mar do Caribe. De acordo com algumas teorias de alguns estudiosos, na área de Porto Rico poderá haver uma base subaquática de OSNIS.
Outro local onde muitas pessoas vêem OVNIS ou OSNIS, é perto do Lago Baikal na Rússia, o mais profundo lago de água doce do mundo. Também muitos marinheiros têm vistos em águas profundas, luzes como holofotes a piscarem como um flash de solda eléctrica, ou cilindros e discos prateados e luminosos a emanarem raios de luz nas águas..."


. Em Agosto de 1965, a tripulação do navio a vapor Raduga, enquanto navegava no Mar Vermelho, observou um fenómeno incomum. A cerca de 2 km de distância da embarcação, uma esfera de fogo irrompeu da água e pairou sobre a superfície do mar, iluminando-a. O objecto tinha 60 metros de diâmetro e pairou a uma altitude de 150 metros. Um pilar gigantesco de água subiu conforme a esfera emergiu do mar, caindo alguns momentos depois. O avistamento foi mencionado em várias publicações soviéticas e o caso até hoje não foi liberado oficialmente.


. No Verão de 1972, um OVNI transmorfo (que muda de forma) foi observado por marinheiros soviéticos a bordo do Musson, um navio científico a cerca de 300 km das Ilhas Bermudas, no Caribe. No início da manhã, Igor Vagin, o eletrecista da embarcação, o operador de rádio e um dos navegadores, observaram um corpo elíptico em movimento através do céu sem nuvens e visto com clareza. O objecto movia-se lentamente a uma grande altitude, de Noroeste a Sudeste. Chegando ao zénite, o OVNI adquiriu o formato de uma roda e depois, distanciando-se do navio, tornou-se novamente num corpo elíptico alongado de cor branco-prateado. Todos os três observadores viram o artefacto até ele desaparecer. Esse avistamento foi mencionado no artigo do cientista, jornalista e escritor russo, Valentin Psalomschikov, e publicada na revista russa NLO, especializada em assuntos relacionados com o paranormal, em 2001.


. Para saber mais acerca do fenómeno dos OVNIS ANFÍBIOS (OSNIS), os leitores poderão assistir ao documentário dublado em português " Arquivos Extraterrestres - Osni`s das Profundezas", no seguinte link: 

https://www.youtube.com/watch?v=hlnF2fpZTG0






domingo, 21 de dezembro de 2014

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO



. Desejo a todos os seguidores do blog e ao público em geral, um Santo Natal cheio de Paz, Saúde, Amor e Felicidade.

Feliz Natal e um Próspero Ano Novo...





sábado, 20 de dezembro de 2014

BRUCE MACCABEE LANÇA LIBRO SOBRE A CONEXÃO DO FBI E CIA COM OS OVNIS



. Bruce Maccabee, veterano pesquisador e um dos mais sérios ufólogos do mundo, lançou recentemente o livro: A Conexão do FBI e da CIA com os OVNIS (The FBI CIA UFO Connection, Richard Dolan Press, 2014). Tendo por diversas vezes trabalhado ao lado de agentes norte-americanos, ligados principalmente á Agência Central de Inteligência (CIA), Maccabee faz o que muitos tentam no meio ufológico: apresentar factos e argumentos comprovados, demonstrando cabalmente o envolvimento da agência com os OVNIS.
Tudo começou com a investigação que Maccabee realizou a respeito do caso das luzes de Kaikoura, ocorrido na Nova Zelândia em 30 de Dezembro de 1978. Um avião ocupado por uma equipe de TV, produziu uma das mais extraordinárias filmagens de OVNIS de todos os tempos e Maccabee atestou que não havia qualquer evidência de fraude. Ele foi procurado por Gordon MacDolnald, que era um contactado da CIA, oferecendo auxílio técnico da agência para o caso. O pesquisador apresentou então o que apurou para sete funcionários da CIA, sendo um deles Christopher "Kit" Green. Com este último Maccabee encontrou-se diversas vezes ao longo dos anos, deixando claro que Green estava muito interessado nos OVNIS. 
Outro contacto que Bruce Maccabee descreve no livro ocorreu em 1984, quando foi procurado por Ronald Pandolfi, cientista e analista de inteligência no sector de Inteligência Científica da CIA. Na época Maccabee participava de um projecto no Centro de Armamentos Navais de Superfície em Maryland, chamado de Laser Gerador de Som Subaquático (LGUS). A CIA tinha muito interesse no projecto e Pandolfi nutria um interesse particular nos OVNIS, tendo mantido contacto com Maccabee ao longo dos 15 anos seguintes. Um dos casos em que trabalharam foi o do avião da JAL, companhia aérea japonesa, que em 17 de Novembro de 1986 encontrou um OVNI gigantesco sobre o Alasca. Maccabee assegurou que faria uma investigação mais eficiente do incidente do que a Administração Federal de Aviação (FAA) e Pandolfi conseguiu que esse órgão recebesse Maccabee.




CONFERÊNCIAS COM FUNCIONÁRIOS DA CIA.


. Em 5 de Fevereiro de 1987 Bruce Maccabee comenta no livro que se encontrou com Pandolfi, John Callahan, chefe da divisão de investigações da FAA, e outras pessoas. Quando a reunião
terminou, Maccabee conta que Pandolfi lhe entregou uma caixa contendo registos de radar, transcrições e entrevistas, além de outros documentos sobre encontros de pilotos com OVNIS. O agente convidou o pesquisador para falar a respeito dos OVNIS no próprio quartel-general da CIA, o que aconteceu em 7 de Julho de 1987. Maccabee discursou para cerca de trinta pessoas e comenta no livro que o efeito foi que diversos desses agentes passaram a usar as suas credenciais de acesso ultra-secreto para vasculhar os arquivos da agência.



Bruce Maccabee á esquerda, ao lado de Stanton Friedman.

Ele afirma que eles procuravam projectos e informações secretas, porém desconhece se encontraram algo. A respeito dos motivos do interesse desses agentes, e da própria CIA, nos OVNIS, Maccabee afirma no livro que Pandolfi comentou certa vez os temores da agência quanto á espionagem soviética. Havia evidências nos anos 70, obtidas pelos agentes, de que a KGB, a agência de espionagem russa, elaborou um plano para utilizar cidadãos norte-americanos, incluindo ufólogos, para penetrar no programa de defesa dos Estados Unidos. O livro de  Bruce Maccabee é uma fonte valiosa de informações inéditas, onde ele descreve o envolvimento da espionagem norte-americana em diversos outros casos. 

Um livro certamente a não perder! O livro pode ser adquirido pela Amazon.





terça-feira, 16 de dezembro de 2014

OVNI PASSA PELA FOZ DO PORTO E PROJETA LUZES PARA O SOLO


. O caso que se segue foi testemunhado por Elvira Patrício, gestora de empresas de profissão e moradora na foz do Porto (Portugal). No dia 24 de Novembro de 2014, Elvira estava no ginásio da sua casa a treinar, virada para a janela. Eram por volta das 19:00h, quando reparou que algo de anormal estava a passar-se no exterior. De início, achou que era um avião que estava a passar (a sua casa está situada numa rota dos aviões comerciais), mas pensou...credo, o avião vai com tantas luzes...e não ligou...continuou com o treino. Pouco depois deparou-se com o objecto parado na sua direcção...pensou "credo!!! Estão a observar-me, vou embora daqui" Deixou o treino de lado e aproximou-se da janela, espreitou para o exterior e começou a ver um objecto que ora parava, ora se deslocava muito rápido para várias zonas do céu...gritou, chamou pelo filho...quando ele chegou, viu o objecto mais longe parar, e depois afastar-se muito rapidamente, acabando por desaparecer no céu.
Elvira conta que: "fiquei perplexa com o que estava a ver. Vi uma coisa parada á minha frente com muitas luzes...era de noite, não conseguia ver muito mais do que a base...tinha telemóvel comigo, pensei tirar uma foto, agora fico com pena de não ter tirado, mas fiquei sem reação, com medo, palerma a olhar para aquela coisa cheia de luz..."


O objecto comparando-o com o polegar com o braço estendido, teria na base mais ou menos 1,5 mt de diâmetro, e cerca de 20 cm de altura. A velocidade era rápida quando se deslocava, era mais rápido que um avião comercial. Ficou imobilizado várias vezes, em pontos diferentes do céu, mais ou menos durante cerca de 50 segundos. A forma do objecto era oval, o aspecto era metálico, e tinha aparência sólida. Tinha movimento de rotação. A luminosidade era fixa e tinha luz própria, projectando raios luminosos de cor azul e verde para o solo. Não chegou a iluminar os arredores. Não reflectia raios da Lua ou Sol. Não se ouviu qualquer ruído. Não deixou nenhum rasto, nem largou nenhuma substância no espaço ou solo. Não estava envolvido por nenhuma nuvem ou fumo. As alterações de altitude eram frequentes. Só se conseguiu ver a base. 
"Tinha o meu cão em casa, mas não ladrou, depois passou um avião comercial e o fenómeno desapareceu num ápice...não sofri nenhum problema, mas fiquei a pensar no sucedido, contei ao jantar ao meu marido que não me levou a sério. Ainda penso no ocorrido, pois foi muito estranho..."


Fonte: www.apovni.org






sábado, 13 de dezembro de 2014

ACADEMIA DE CIÊNCIAS BÚLGARA VAI INVESTIGAR OVNIS



. Instituições académicas e de pesquisa sempre mostraram pouco interesse para o estudo do fenómeno OVNI.. As razões para tal atitude naturalmente podem ser encontradas no excessivo conservadorismo de muitas dessas universidades, porém a culpa também pode ser  atribuída á falta de seriedade e embasamento em factos concretos de alguns sectores da Ufologia. Contudo, a situação começa a mudar.
A novidade agora é o anúncio recente da Academia de Ciências da Bulgária (BAS), que de acordo com o comunicado divulgado pela Agência de Notícias de Sofia, recentemente realizou a sua primeira conferência oficial sobre a existência dos Ovnis e da inteligência extraterrestre. Um dos participantes foi o professor Lachezar Filipov, que afirmou no canal de TV daquele país o seguinte:
"Até agora este tópico estava praticamente banido entre os cientistas. Mas o crescente interesse público, não somente na Bulgária mas em outras nações, fez com que a BAS tenta-se responder a esse fenómeno".



IMPORTANTES TESTEMUNHOS

. Lachezar Filipov afirmou que um grande incentivo para a conferência foi o relato de uma testemunha importante, empresário bem-sucedido que preferiu permanecer no anonimato. Esse homem teria avistado um grande disco voador da cor da platina pairando sobre o distrito de Kremikovtsi, em Sofia, em meados de Outubro. Filipov diz que a testemunha teve a sensação, depois que o Ovni se afastou, de ter perdido parte do tempo, e não sabe o que aconteceu nesse período. O professor afirmou que pretende apresentar a proposta de criação de um grupo de trabalho para investigar tais ocorrências. Como muitas pessoas se calam por medo do ridículo, apresentou o seguinte argumento:"Se essas pessoas vissem que os cientistas estão interessados a investigar tais incidentes, talvez elas dessem a cara e contassem as suas experiências...."






sábado, 6 de dezembro de 2014

JORNAL DE 1970 DIZ QUE OVNI APARECEU EM VARGINHA 26 ANOS ANTES DO FAMOSO CASO OCORRER


. A suposta aparição do ET de Varginha (MG) no dia 20 de Janeiro de 1996, ficou mundialmente conhecida. No entanto, a "cidade do ET" pode ter sido visitada pelos extraterrestres muito antes dessa data. Pelo menos é o que afirma uma notícia publicada em Novembro de 1970 por um jornal da cidade, 26 anos antes da famosa aparição. O suposto contacto foi registado no jornal "Tribuna Varginhense", do dia 29 de Novembro de 1970. Agora, 44 anos depois, foi relembrado pelo jornalista Marcus Madeira.



. A manchete do jornal era clara: "Disco voador queria descer na cidade". Era o que o jornalista e então dono do jornal, Oscar Pinto, tinha ouvido das testemunhas. A reportagem falava do pânico gerado em centenas de pessoas depois de terem visto o Ovni. Na época, a publicação trouxe até a história de uma mulher que desmaiou por casa do susto. Moradores também relataram que o suposto disco voador teria passado bem perto das casas. O aposentado Geraldo Bichara lembra-se bem da história. Ele tinha uma barbearia na cidade e foi um dos entrevistados da reportagem sobre o caso.

"Um objecto não identificado passou sobre a Rua Rio de Janeiro e passando por essa via, queimou vários transformadores, deu problemas na iluminação, em carros que passavam e queimou geladeiras nas casas", relembra o aposentado sobre o mistério, que nunca foi esclarecido.

Assista ao vídeo sobre este caso!

video