Welcome to my website

Este espaço é dedicado á divulgação de notícias, artigos e informação relacionada com o fenómeno OVNI. Desde Portugal para o resto do mundo.

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

OVNIS EM VALE DO SOL, PARNAMIRIM, RN, BRASIL


. Correio enviado pelos leitores:

. Recentemente foi-nos enviado através do correio eletrónico do blog, um caso sobre a aparição de estranhos objetos luminosos que têm surgido na região do Vale do Sol, em Parnamirim, RN, no Brasil.
Segundo a testemunha deste caso, o professor Edvaldo Correia Honorato Gomes, conta que tudo começou no dia 18/12/2012, por volta das 20:00h, próximo á sua residência. Ele e sua família observaram um estranho objeto luminoso no céu, de cor azul-roxo tipo néon, que fazia estranhas manobras no céu. Edvaldo filmou a estranha luz com o seu telemóvel, que diz ser totalmente silenciosa e garante que não era avião ou helicóptero.
Uns meses mais tarde, estes objetos voltam a visitar a região, e Edvaldo atento a este fenómeno, volta a registá-los com a sua câmara. Desta vez foi nos dias 2/04/2013, por volta das 17:52h e no dia 1/08/2013, por volta das 18:05h. A notícia espalhou-se e as TVs locais foram ao local averiguar o sucedido. A TV Ponta Negra (SBT) foi a casa da testemunha, ouviu várias testemunhas, fez a reportagem e levou a cópia da gravação do vídeo, que foi divulgado no programa Jornal do Dia 2ª edição.

. Assista aos vídeos gravados pela testemunha e ás reportagens das TVs locais:

. 1º vídeo - 18/12/2012

video

. 2º vídeo - 2/04/2013

video

. 3º vídeo - 1/08/2013

video

. 1ª reportagem

video

. 2ª reportagem

video

. reportagem

video



. Edvaldo Gomes divulgou os vídeos no YouTube, Facebook, nas emissoras de TVs locais e sites relacionados com o assunto, na esperança que algum destes organismos encontre uma explicação para o que ele filmou. No entanto estes meios não deram uma explicação e não levaram muito a sério o assunto. Não entraram em contato com a Base Aérea de Natal onde Edvaldo teria feito duas chamadas para confirmar o avistamento, não entrevistaram a INFRAERO, não consultaram profissionais, etc.
Acredito que o assunto não foi tratado com o devido cuidado e seriedade, por isso apelo a todas as entidades como: a Aeronáutica, astrónomos, físicos, ufólogos, e principalmente aos meios de comunicação, que levem o assunto mais a sério, pois trata-se de um fenómeno real, que deve ser estudado e que ainda está longe de ser decifrado.




sábado, 24 de agosto de 2013

O QUE FAZER EM CASO DE CONTATO EXTRATERRESTRE



. A humanidade deve preparar-se para as consequências de um possível contato extraterrestre.

. A Busca por Inteligência Extraterrestre (SETI), tem os mesmos objetivos que a Ufologia, embora os meios sejam diversos. O projeto iniciou-se em 1960, com as primeiras experiências de Frank Drake no Projeto Ozma, e esteve muito longe de ser um esforço sistemático ao longo dessas décadas. Mesmo assim, de acordo com um dos seus cientistas, Seth Shostak, o SETI possui nos seus arquivos centenas de sinais suspeitos, e o mais conhecido é o Wow Signal, captado em Agosto de 1997 e até hoje inexplicado.
O que os cientistas têm debatido cada vez com mais frequência é; o que fazer a seguir? Um sinal alienígena foi detetado, passou por todos os protocolos de testes, foi confirmado por equipas independentes operando outros radiotelescópios, e sem dúvida é genuíno, ou seja: foi emitido por uma avançada civilização extraterrestre. Como comunicar á sociedade terrestre essa notícia, a mais importante da ciência, e certamente de toda a história humana? Como reagir?
Com certeza os sentimentos manifestados pelas pessoas serão os mais diversos, entre excitação, fascinação, medo, confusão, descrença e até indiferença. Pode até mesmo chegar ao tão falado pânico, alertando especialistas em psicologia, e vale lembrar da irresponsabilidade de muitos, ao espalhar pela Internet as mais disparatadas alegações. Basta lembrar o que alguns mistificadores disseram a respeito da queda do meteorito na Rússia, em Fevereiro de 2013, para se ter uma ideia do que indivíduos sem escrúpulos podem fazer no caso de uma notícia ainda mais espetacular, como a descoberta de inteligência extraterrestre.
O psicologista e membro do SETI Doug Vakoch tem explorado essas questões há tempos, e uniu-se a uma equipa de especialistas para produzir o livro Astrobiology, History and Society, recentemente lançado pela editora Springer. Nele, Vakoch analisa vários aspetos da busca pela vida fora da Terra ao longo da história, focando vários momentos em que a questão emergiu para o interesse geral. Ele diz: "Uma das melhores maneiras de nos prepararmos para a descoberta de vida além da Terra é entender como as pessoas lidaram com os falsos alarmes que aconteceram no passado".
Um dos exemplos mencionados é o de John Herschel, famoso astrónomo do século XIX que alegou haver descoberto seres inteligentes vivendo na Lua. O caso ficou conhecido como The Great Moon Hoax (A  Grande Farsa da Lua). Vakoch afirma que esse e outros casos nos ensinam a ser extremamente cautelosos. Outro exemplo é o da descoberta dos pulsares, estrelas muito densas que emitem pulsos de luz extremamente regulares, e que a princípio foram de fato tomados como prova de civilizações alienígenas. O psicólogo assim defende a cautela científica, que tanto exaspera setores mais radicais da Ufologia. Vakoch comenta: "Se detectarmos um sinal de inteligência extraterrestre, deverá aparecer alguma ambiguidade. Provavelmente não será de imediato que tal sinal será reconhecido como tendo sido emitido por uma civilização alienígena. Então, a melhor preparação para a descoberta, seja microbiana ou inteligente, é ser paciente, e aguardar que os cientistas analisem detidamente os dados para que se comprove ser um sinal real".

O cinema teve inúmeras versões para a chegada dos alienígenas, como no filme: "Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Close Encounters of The Third Kind)".

 

video
 

. Evidentemente, confirmando um sinal alienígena autêntico, as especulações a respeito da aparência das entidades irão começar. A comunidade SETI nunca quis entrar nesse debate, e certamente nada irá impedir o público em geral de seguir a sua própria imaginação. Evidentemente que o medo de uma invasão, tema tão explorado em filmes, deverá ser um problema real numa era em que boatos costumam-se propagar online muito mais rápido que os fatos reais.
Os cientistas alertam que as notícias sobre a descoberta de vida extraterrestre poderão ser distorcidas ou corrompidas por certos meios e indivíduos, especialmente aqueles mais voltados ao sensacionalismo irresponsável. O próprio SETI já foi atingido por alguns boatos, e basta alguma notícia um pouco mais importante surgir para logo aparecerem as falsas denúncias de conspirações e acobertamento, na maioria das vezes destituídas totalmente de evidências.
Preocupações também emergem quando lembramos das diferenças culturais, e mesmo as tradições religiosas, que podem confrontar-se fortemente com a notícia da descoberta de vida extraterrestre. Outra grande controvérsia é a possibilidade de enviar ou não uma resposta ao sinal alienígena., tema que causa conflitos mesmo entre os membros do SETI e da comunidade científica. E enquanto a astronomia segue descobrindo planetas extrassolares, vários deles considerados habitáveis, a questão quanto á busca por vida e inteligência extraterrestre, cada vez mais chamará a atenção da sociedade num debate preparatório, do qual a Ufologia também não poderá deixar de participar.

Para finalizar, deixo aqui uma citação do escritor e inventor, Arthur C. Clarke : " se um dia tiverem um encontro ou contato com um ovni, ou civilização extraterrestre, não tenham medo, sejam amigáveis e preparem-se para uma longa viagem..."





sábado, 17 de agosto de 2013

OVNI FILMADO EM HASKOVO, NA BULGÁRIA


. Recentemente um vídeo postado no YouTube por um usuário de nome "nedialko kostadinov", tem chamado algumas atenções no meio ufológico.
O vídeo foi gravado no passado dia 4 de Agosto, na região de Haskovo, na Bulgária, e mostra um objeto luminoso esférico deslocando-se pelo céu noturno. No vídeo é possível observar o seu trajeto, passando por trás de fios e estruturas. A testemunha diz que se deslocava de Norte para Sul ao longo do horizonte, mas não sabe que tipo de aeronave se trata, e deixa o vídeo como testemunho na intenção de que alguém esclareça este mistério.
No entanto, já foi adiantada a hipótese de se tratar da ISS (Estação Espacial Internacional). Assista ao vídeo e decida você!

video





domingo, 11 de agosto de 2013

O MISTÉRIO DOS OVNIS NA FRONTEIRA ÍNDIA - CHINA


. Ladakh é uma região despovoada com cerca de 86 mil quilómetros quadrados, fortemente militarizada, ocupada pelo Paquistão e Aksai Chin, ocupada pela China. Uma terra que tem sido objeto de uma longa disputa geopolítica que vem se arrastando durante décadas. Desde s finais do ano passado, que os serviços de segurança dessa zona, têm investigado o aparecimento de estranhas esferas de luzes amarelas que se movem sobre a fronteira.
Soldados do Exército indiano e da Força de Polícia da fronteira Indo-Tibetana (ITBP) baseada em Thakung, local próximo ao lago Pangong relataram e continuam a relatar centenas de avistamentos de ovnis na região de Ladakh entre Jammu e Kashimir. As testemunhas descrevem os objetos como esferas amarelas que aparecem no horizonte do lago chinês, e deslocam-se no céu lentamente por períodos de até 3 horas, depois desaparecem. A informação é proveniente de relatórios enviados pela Polícia de Fronteira Indiana (ITBP) para a sua sede em Deli e posteriormente diretamente para o gabinete do Primeiro-Ministro da Índia, Manmohan Singh.
No princípio suspeitava-se que fossem aviões não tripulados ou Drones chineses, mas o Exército Popular de Libertação da China, negou qualquer lançamento de Drones na zona.

 
 
. Este objeto com aspeto de robô humanoide foi fotografado em 2004, em Samutra Tapu.


. Esta esfera de cor amarela foi fotografada pela Polícia de Fronteira Indo-Tibetana.

. Várias agências têm tentado identificar a natureza dos objetos, mas sem sucesso. Em Setembro de 2012, o exército indiano implantou uma unidade móvel de radar mas as esferas parecem ser invisíveis ao equipamento. Também foi utilizado um analisador de espectro mas este também falhou em detetar quaisquer sinais que pudessem estar a ser emitidos pelos objetos. Os voos de reconhecimento também têm sido infrutíferos. Os ovnis simplesmente desaparecem antes de qualquer aproximação de abordagem.
O exército concluiu assim, que as esferas não são Drones, e além disso, uma equipa do Observatório Astronómico Indiano em Hanle, estudou o fenómeno por 3 dias e assegura: " as esferas não são corpos celestes de qualquer tipo, com meteoros ou planetas, o que se sabe de concreto até agora é que estes objetos amarelos também não são metálicos..."
Sendo assim, o mistério permanece! Mas á quem especule que o fenómeno possa ser uma projeção holográfica projetada pela China como uma estratégia de guerra psicológica de intimidação, e ao mesmo tempo uma sondagem com o objetivo de avaliar os recursos do Estado indiano em situação de alerta. ( Uma técnica de combate que os antigos guerreiros chineses e japoneses chamam de falso ataque ou ataque da sombra).





sábado, 3 de agosto de 2013

OVNI SOBRE CASTLE RUINS, TULUM, MÉXICO


. No passado mês de Julho um vídeo de um ovni em forma de charuto foi divulgado com imagens do Google Earth sobre Castle Ruins, Tulum, no México.
Tulum é o local de uma cidade maia pré-colombiana servindo como um importante porto para Cobá. As ruínas situam-se a 12 metros de altitude nas falésias ao longo da costa leste, na Península de Yucatán no mar do Caribe, no estado de Quintana Roo, no México.
Tulum foi uma das últimas cidades habitadas e construídas pelos Maias, que estavam no seu auge entre os séculos XIII e XV e conseguiram sobreviver cerca de 70 anos depois que os espanhóis começaram a ocupar o México. Tulum é hoje um local popular para os turistas.
O vídeo que se segue, mostra imagens do Google Earth precisamente nesse local, onde é possível analisar todo o trajeto do ovni em forma de charuto que desloca acima das cabeças dos turistas sem que estes dessem pela sua presença.



video